26 de outubro de 2010

Orientação 2011

Depois do Campeonato do Mundo em Montalegre parei os treinos. Tenho estado numa fase de constituir família, mudança de casa e encaro com mais dedicação a vida profissional... De repente a Orientação em BTT deixou de estar na minha agenda, os treinos de bicicleta diários ao final do dia deram lugar a outras responsabilidades. Vejo esta realidade como uma situação temporária, mas a verdade é que estou com dificuldades em arranjar motivação para recomeçar os treinos de modo a preparar o ano de 2011.

Vou começar a trabalhar com o António Aires, vai ser o meu novo treinador. Está previsto começar os treinos em Novembro, mas sinto que a minha carreira desportiva está num ponto crítico, gostava de continuar a praticar este desporto ao mais alto nível, mas não me sinto em condições para assumir esse compromisso. O estatuto de alta competição "não dá pão"!

O nosso país está numa grande crise financeira e em 2011 vão entrar em vigor medidas de austeridade terríveis para os contribuintes. No meu caso, que estou a trabalhar praticamente como empresário, prevejo muitas dificuldades para os agregados familiares onde o poder de compra vai ser de tal forma baixo que obrigará os portugueses a moderar certos hábitos de consumismo e a fazer contas complicadas a nível orçamental de como sustentar o actual nível de vida que possuem.

Desculpem lá este desabafo!

17 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 7 - Estafetas + Banquete


Chegou a vez da estafeta - prova de equipa (3 atletas) com grandes emoções à mistura. A equipa principal de Portugal foi representada por Paulo Alípio (1º mapa), Davide Machado (2º mapa) e Daniel Marques (3º mapa).

Marcaram presença 20 nações nos Homens Elites, 15 das quais tinham 2 equipas, ou seja, houve 35 equipas de estafetas.

Portugal ganhou o 9º lugar - o melhor resultado de sempre (o melhor registo era o 10º lugar obtido na Austrália em 2004), superiorizando-se a países favoritos a uma medalha, como é o caso da Austrália, Áustria e Estónia.

Resultados Estafeta Homens Elite:
1º RUSSIA – 2:44:55
2º DINAMARCA – 2:45:23
3º REPÚBLICA CHECA – 2:47:32
4º FILÂNDIA – 2:48:39
5º SUÍÇA – 2:48:41
6º FRANÇA – 2:50:38
7º ITÁLIA – 2:53:06
8º ESLOVÁQUIA – 2:55:27
9º PORTUGAL – 2:56:50
10º ÁUSTRA – 3:00:47
11º LITUÂNIA – 3:07:35
12º POLÓNIA – 3:08:13
13º GRÃ-BRETANHA – 3:12:03
14º ESPANHA – 3:16:44
15º JAPÃO – 3:28:26
16º ISRAEL – 3:30:32
17º ESTÓNIA – 3:32:15
18º AUSTRÁLIA – 3:37:32
19º ALEMANHA – 3:40:12
20º SUÉCIA

Hoje à noite vai haver o banquete final, um momento de grande convívio entre todos os atletas.

Diário do Mundial: Dia 6 - Final Distância Longa


A final da Distância Longa decorreu junto à barragem do Alto Rabagão, mais precisamente na aldeia de Morgade. Davide Machado, atleta da Póvoa do Lanhoso, entrou para a história da nossa modalidade ao se tornar no português mais bem classificado de sempre num campeonato do mundo. Face a uma concorrência feroz, o “nosso” Davide obteve um incrível 7º lugar, a apenas um lugar de receber o tão desejado diploma da 6ª posição! Parabéns Davide e que o teu futuro se torne ainda mais risonho! :)


Em relação à minha prestação, um furo logo aos 4 minutos, antes de chegar ao 1ºCP, condicionou-me muito! Fiz a prova toda com o pneu da frente com pouco ar, tinha muitas dificuldades em dominar a bicicleta nas descidas e parecia que andava com “limitador de velocidade”. O meu problema aumentou de dimensão quando a 2 kms da chegada, numa descida pedregosa, fiquei sem pneu da frente (o que restava do ar foi-se!). Acabei a prova a arrastar-me, ora a correr ora a tentar pedalar sem pneu, foi mau demais para lembrar. Mesmo assim concluí na 33ª posição, mas senti que poderia entrar no TOP10 se não tivesse problemas com a bicicleta. Isto faz tudo parte do jogo, para a próxima vai correr melhor! :)

15 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 5 - Descanso

Hoje foi dia para recuperar energias para amanhã enfrentar uma prova bastante desafiante, vão ser cerca de 40 kms com 1250 metros de desnível para a melhor opção!

Eu, o Davide Machado e o Paulo Alípio fizemos um treino de recuperação juntos logo pelas 8h30m, pela fresquinha! Na parte da tarde o grupo selecção deu uma entrevista conjunta para o jornal "Record", vejam a edição de amanhã!

Bem, agora é hora de ir fazer óó!

14 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 4 - Qualificatória Distância Longa


Foi em Avelelas, pequena aldeia transmontana próxima de Chaves, onde se disputou a qualificação para a distância longa dos Elites e a final da distância média dos Júniores.

Comecei mal (alguma falta de concentração)! Ainda nem tinha chegado ao triângulo de partida e já tinha entrado numa rua errada de sobredo. Mas a minha prova ficou marcada por um furo logo numa fase inicial, foi na descida para o 3ºCP! Apesar de ter tubeless com selante o pneu acabou por perder muito ar e como não levei bomba o cenário ficou bastante negro! Tive que fazer uma opção de recurso para o 4ºCP, escolhendo um itinerário mais longo mas onde o caminho tinha mais qualidade, foi uma descida muito longa até alcançar o controlo, estava com tão pouco ar que mesmo a andar com cautela o pneu já batia no aro! Na saída para o 5ºCP encontrei o suíço Beat Oklé que me emprestou a bomba dele (ufa!), vamos lá ainda há esperança de qualificação (pensei)! Tive que parar mais uma vez entre o 7ºCP e o 8ºCP para encher o pneu, mas consegui sempre pedalar a um bom ritmo e acertar nas opções.

Destaque para o 2º lugar do Davide Machado no grupo A, é sem dúvida um bom presságio para a distância longa, acho que ele tem não só possibilidades de entrar no TOP10 mas também, quem sabe, de algo mais! Também no grupo A o Mário Guterres falhou a qualificação com a 25ª posição. No grupo B o Joel Morgado fez história conseguindo-se qualificar pela primeira vez para uma final da distância longa (palminhas para ele!), já José Marques não foi além do 22º lugar ficando a 2m43s da tão desejada 20ª posição que daria acesso à final. No meu grupo, o C, eu fiquei na 7ª posição e o Paulo Alípio no 18º lugar, por isso estamos ambos de parabéns!

M21 Qualification C (31) 24.7 km 635 m 11 C
1º Erik Skovgaard Knudsen - Denmark 1:16:55
2º Luca Dallavalle - Italy 1:19:08
3º Marek Pospisek - Czech Republic 1:20:47
4º Ruslan Gritsan - Russia 1:22:20
5º Hans Jorgen Kvale - Norway 1:23:20
6º Valeriy Glukhov - Russia 1:23:23
7º Daniel Marques - Portugal 1:24:47
8º Philippe Cahuzac - France 1:25:20
9º Michael Sommer - Denmark 1:25:25
10º Jonas Wicky - Switzerland 1:25:28
11º Mateusz Niedbala - Poland 1:25:55
12º Andreas Rief - Austria 1:26:12
13º Rolf Wermelinger - Switzerland 1:26:38
14º Jaroslav Rygl - Czech Republic 1:27:33
15º Jussi Laurila - Finland 1:29:41
16º Richard Chrappa - Slovakia 1:30:08
17º David Soria - Spain 1:31:24
18º Paulo Alipio - Portugal 1:32:21
19º Gahl Cohn - Israel 1:32:31
20º Petras Andrasiunas - Lithuania 1:32:47
21º Javier Garcia - Spain 1:33:22
22º Jean-Charles Lalevee - France 1:34:30
23º Ben Plowman - Great Britain 1:35:37
24º Grant Lebbink - Australia 1:36:06
25º Carl Magnusson - Sweden 1:38:04
26º Mark Stodgell  Great Britain 1:38:15
27º Torsten Kaufmann - Germany 1:54:26
28º Toshihito Shibata - Japan 2:01:30
29º Koichi Ono - Japan 2:18:57
Tonis Erm - Estonia mp
Olaf Kaden - Germany mp

Em relação à final de distância média dos júniores portugueses, em masculinos Rui Silva foi o nosso melhor representante com um resultado muito dignificante, um 19º lugar em 56 atletas. Em femininos foi Ana Filipa SIlva a levar a melhor alcançando a 14ª posição em 24 atletas presentes.

13 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 3 - Distância Média


Hoje disputou-se em Montalegre a Distância Média, esta competição ficou marcada por um desnível acentuado e uma boa rede de caminhos. Colectivamente, nos escalões de elite, Portugal obteve os melhores registos de sempre nesta distância em campeonatos do mundo, com o Davide Machado a surgir no 12º lugar (93 atletas) e a Rita Madaleno a ocupar a 33ª posição (58 atletas). A minha prestação foi "tremida" pelo mau começo, perco 2 minutos no 1º CP, entrei mal no mapa! Também fiz alguns erros de escolha de opção (6ºCP+17ºCP) e um erro de navegação (20ºCP) que me dão razões mais que suficientes para não estar satisfeito com a minha prova! Consegui um lugar no TOP20, um 19º lugar.

Resultados M21 (TOP20):
1º Samuli Saarela FIN 1.06.34
2º Adrian Jackson AUS 1.07.14
3º Luca Dallavalle ITA 1.10.02
4º Ruslan Gritsan RUS 1.10.10
5º Valeriy Glukhov RUS 1.10.33
6º Clément Souvray FRA 1.10.44
7º Beat Schaffner SUI 1.10.45
8º Anton Foliforov URS 1.10.47
9º Matthieu Barthelemy FRA 1.11.15
10º Giaime Origgi ITA 1.11.44
11º Jiri Hradil CZE 1.12.08
12º Davide Machado POR 1.12.33
13º Simon Seger SUI 1.13.47
14º Maxim Zhurkin RUS 1.13.54
15º Bernhard Schachinger AUT 1.13.58
16º Tobias Breitschadel AUT 1.13.59
17º Stéphane Toussaint FRA 1.14.00
18º Jaroslav Rygl CZE 1.14.05
19º Daniel Marques POR 1.14.11
20º Jussi Laurila FIN 1.14.26
 
Este dia fica irremediávelmente marcado por um erro de colocação de um controlo dos júniores que obrigou o cancelamento da competição para ambos os escalões (masculino e feminino). A organização vai procurar compensar esta falha com a promoção da prova de amanhã de prologo para um final de distância média, apenas para os escalões de júniores. Para os Seniores vai ser a prova de apuramento para a Final da Distância Longa, classificam-se os melhores 20 atletas dos 3 grupos apresentados.

12 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 2 - Model Event Distância Média

No dia de hoje a selecção fez um treino físico em conjunto às 10h00m, logo depois iniciamos um percurso formal de orientação em BTT com o mapa de treino de Montalegre, pedalámos 10km controlando 11 CPs.

Amanhã vamos disputar a Distância Média, pessoalmente espero manter o nível competitivo que demonstrei no Sprint, reconheço porém que um lugar no TOP20 seria óptimo. Desejo boa sorte aos meus companheiros de selecção, penso que o Paulo Alípio e o Davide Machado se vão redimir da prestação menos positiva no Sprint.

11 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 1 - Sprint


Obtive um fantástico 11º lugar (77 atletas) na competição de Sprint. Apesar de estar muito satisfeito com a minha prestação, reconheço que cometi alguns erros que condicionaram a entrada no TOP10 mundial - foi por 1 segundo apenas!!!

Quanto ao resto da selecção portuguesa, destaque para o 18º (53 atletas) da Susana Pontes em W21 que é o melhor resultado de sempre de uma portuguesa em fases finais de um campeonato do mundo. Nos M20, João Mega Figueiredo 27º (51 atletas) foi o nosso melhor representante. Já nas W20 foi Margarida Colares a ser a melhor portuguesa na 12ª posição (22 atletas).

Resultados M21 (TOP20):
1º Adrian Jackson (Austrália) 22:08
2º Tonis Erm (Estónia) 22:26
3º Anton Foliforov (Rússia) 22:30
4º Jussi Laurila (Finlândia) 22:42
5º Erik Skovgaard Knudsen (Dinamarca) 23:14
6º Frantisek Bogar (Republica Checa) 23:24
6º Victor Korchagin (Russia) 23:24
8º Beat Schaffner (Suiça) 23:32
9º Yoann Garde (França) 23:35
10º Tobias Breitschadel (Austria) 23:44
11º Daniel Marques (Portugal) 23:45
12º Pavol Paprcka (Eslováquia) 23:47
13º Radek Laciga (Republica Checa) 24:00
14º Lasse Brun Pedersen (Dinamarca) 24:01
15º Juho Saarinen (Finlandia) 24:13
16º Jiri Hradil (Republica Checa) 24:15
17º Matthieu Barthelemy (França) 24:18
18º Clement Souvray (França) 24:25
19º Bjarke Refslund (Dinamarca) 24:27
20º Ruslan Gritsan (Russia) 24:29

Mais informações em:
 - http://mtbwoc2010.fpo.pt/
 - http://orientovar.blogspot.com/

10 de julho de 2010

Diário do Mundial: Dia 0 - Model Event


Vai começar o mundial de Ori-BTT em Portugal! Os melhores atletas do mundo estão reunidos em Montalegre para disputar os títulos de Sprint, Distância Média, Distância Longa e Estafetas. Hoje teve lugar o Model Event para preparar a competição de Sprint que se irá disputar amanhã na cidade de chaves, um percurso 100% urbano. Venham apoiar a nossa selecção nacional, precisamos de público. Boa sorte Portugal!

A organização está a superar as expectativas, apesar de estarmos ainda numa fase muito inicial não é possível esmiuçar um único defeito, esperemos que continue assim!


Imagem de 3 dos nossos melhores Elites masculinos antes de iniciar o Model Event (da esquerda para a direita): Davide Machado, Joel Morgado e Paulo Alípio.


Imagem do mapa do Model Event

7 de julho de 2010

À Busca dos Melhores Resultados de Sempre em Munidais de Ori-BTT


2010 tem-se revelado um ano de grandes emoções:
- Pessoalmente tive a alegria de ser pai e de ter uma família fantástica.
- Academicamente acabei em final de Junho o curso de CAP4 em Engenharia Técnica Civil no IPL (média 18 valores), ficando a defesa do relatório de estágio para o final de Julho.
- Profissionalmente tem havido muito trabalho, e a verdade é que a crise está a passar ao lado (até ver!).
- Desportivamente foi-me atribuído um estatuto de alta competição pelo IDP e estou em vias de disputar mais um Campeonato do Mundo, desta feita em Portugal, estou confiante numa boa prestação da nossa selecção.

Após participar no I troféu Ori-BTT ORIMarão e de alguma forma ter facilitado na minha prestação por estar a tentar gerir o esforço para o Mundial, noto porém que não estou num grande momento de forma, a minha preparação tem sido com pouca qualidade devido a problemas de disponibilidade. Neste momento estou integrado no estágio de preparação da selecção para o Mundial (ver em baixo a comitiva portuguesa), estamos hospedados em Chaves e já visitamos os mapas de Boticas e Carvela. Como sempre o ambiente entre os atletas é muito bom, hoje fomos ao programa da RTP, Praça da Ribeira, divulgar o nosso desporto aos portugueses.

As minhas expectativas não são muito ambiciosas, no entanto espero melhorar os meus resultados relativamente a Israel. Quero deixar uma palavra de apoio ao meu compatriota Davide Machado, confesso estar impressionado pelo seu momento de forma, a minha previsão é que este rapaz vai ser a grande surpresa deste Mundial. Estamos a jogar em casa, desejo boa sorte a todos nós e que a Orientação Porguesa saía a ganhar!

Elites Masculinos: 
 - Daniel Marques
 - Davide Machado
 - Paulo Alípio
 - Joel Morgado
 - Mario Guterres

Elites Femininos:
 - Susana Pontes
 - Rita Madaleno
 - Maria Amador

Juniores Masculinos:
 - Rui Silva
 - Tiago Silva
 - João Palhinha
 - João Mega Figueiredo

Juniores Femininos:
 - Margarida Colares
 - Ana Filipa Silva

Treinadores:
 - Jorge Caldeira
 - António Aires

23 de junho de 2010

EAFIT: Alta Qualidade em Nutrição Desportiva


A partir de Julho vou tirar férias para me dedicar exclusivamente à Orientação em BTT (intregar o estágio da selecção nacional). Vão ser duas semanas antes do Campeonato do Mundo com uma grande carga de treino para procurar a minha melhor forma física e técnica. Conto com o apoio da EAFIT para garantir a minha nutrição desportiva, vai ser certamente uma grande ajuda para melhorar o meu rendimento físico!

Mais informações em BIOZONEPHARMA.

15 de junho de 2010

Orientação: O Desporto dos "se´s"


Já ando na bicicleta com um mapa à frente desde 2000. Acho este desporto fascinante, não é só pedalar, é tomar decisões com base numa análise rápida e focada de um mapa cheio de conteúdo em momentos de grade esforço físico.

A orientação é o desporto dos se´s, quantas vezes a gente não se questiona:
 - "perdi 2 minutos nesta opção" ou "desorientei-me e enganei-me, perdi 4 minutos", e depois vamos comparar o nosso resultado com o vencedor e a conclusão é: "se não fizesse erros ganhava!"

Toda a gente comete erros, essa é a grande verdade, não há provas perfeitas na orientação, e isso é que é a beleza do nosso desporto. Conciliar a capacidade mental com a potência física é o segredo!

Revalidei este fim-de-semana os títulos ibéricos de distância longa e distância média, mas afinal que importância pessoal têm estas vitórias para mim, tenho pensado nisso, e a conclusão a que chego é: absolutamente nenhuma, apenas fica o orgulho de representar a selecção e de dar mais dois títulos a portugal. Não vou às competições ficar à frente de ninguém, o meu objectivo é simplesmente lutar contra o relógio (ele não pára!). Por isso a minha motivação não é ficar à frente dos espanhois ou ser o melhor português, mas sim sentir que fiz a prova QUASE perfeita. Devo dizer que fiz uma prova esforçada na distância longa, e uma vergohosa prova de distância média, mas os meus adversários fizeram pior, logo fui campeão. Mas não estou satisfeito porque não estou a navegar bem, sinto-me em baixo de forma.

Amo este desporto, isso é assumido! Mas este ano tracei alguns objectivos ambiciosos para o campeonato do mundo que se avizinha, um verdadeiro teste à minha dedicação. A verdade é que fiz uma ginástica brutal para conciliar todas as minhas responsabilidades com a orientação, treinar e fazer tudo o resto, e o resto é uma conta grande. Infelizmente não dá para mais, a menos de 1 mês do campeonato do mundo estou num momento de forme mediano, estou a organizar a vida para as duas semanas que antecedem a competição poder concentrar-me nos treinos. Mas vai ser sufeciente para que prestação no mundial? Não sei. Mas sinceramente penso que neste mundial vamos ser representados pela melhor selecção de sempre, eu juntamente com o Paulo Alípio e o Davide Machado podemos fazer um grande resultado nas estafetas. A ver vamos.

Esta época atingi o meu pico de forma no WRE do Centro, estava com uma grande carga de treino antes dos campeonatos nacionais onde tive um grave acidente, na paragem obrigatória concentrei-me na recuperação e o resultado foi muito bom, pedalei como um animal e naveguei exemplarmente. Ao voltar à rotina do trabalho, da grande responsabilidade familiar que sinto, começou a faltar disponibiliade para treinar, simplesmente stressante, não ter condições para dar o meu melhor contributo à orientação portuguesa. Não culpo ninguém senão a mim próprio, fiz opções que acho ser acertadas, mas que não favoreceram a minha disponibilidade para treinar.

Reconheço que a FPO fez um grande esforço para preparar um grupo de selecção competitivo para o mundial, mas sinto que nesse aspecto falta alguma estratégia competitiva na direcção da federação, nos estágios que se organizam há mais preocupação pela componente física do que pelo desenvolvimento da capacidade técnica (crítica construtiva!). Nós, atletas de Ori-BTT, treinamos sem mapa, primeiro porque não temos área cartografada para visitar e segundo porque a capacidade física é vital para subir a padróes competitivos internacionais, mas não podemos esquecer a vertente que dá nome ao nosso desporto - a orientação. Por isso, reunir os atletas num estágio ao fim-de-semana (alguns têm que fazer grandes deslocações) para melhorar a capacidade física parece-me um erro estratégico, como critiquei anteriormente. Todos nós temos condições para treinar fisicamente, basta ter uma bicicleta e ter vontade de dar umas pedaladas em cima dela, e podemos fazê-lo a qualquer hora. Agora treinar Ori-BTT, já não é bem assim!


27 de maio de 2010

Mais um Atleta na Orientação...


O Mês de Maio tem sido para esquecer, no que respeita a treinar. No entanto eu e a Márisa estamos com entusiasmo a criar um novo ATLETA!

Vou procurar orientar melhor a minha vida desportiva para Junho, onde espero ter condições para me dedicar à BTT, tenho necessidade de treinar mais e com mais qualidade, já não falta muito para o Campeonato do Mundo!

27 de abril de 2010

WORLD CUP HUNGRIA: Problemas mecânicos na Distância Longa


A minha participação na Hungria terminou como começou: "mp".

Na Distância Longa, com 37 minutos de prova, ia bem lançado, mas numa zona de cortes de árvores um galho deu-me cabo do desviador trasseiro, fui obrigando a desistir!

Foi mau demais, ir para tão longe fazer um sprint vergonhoso, uma distância média sem brilho com muitos erros e não concluír a distância longa por causa da bicicleta.

Resta-me continuar a treinar, o Mundial é o grande objectivo!

24 de abril de 2010

WORLD CUP HUNGRIA: Distância Média

Hoje foi a Distância Média, 21km com 550 metros desnível num terreno bastante rápido, onde as escolhas de opção tinham o "peso" maior.

Não fiz uma corrida inteligente, entrei bem no mapa e consegui ser bastante rápido nos 4 primeiros CPs, depois comecei a fazer pequenos erros que fazem toda a diferença, e já a fechar o pano, no penúltimo CP falho um single track e perco 2 minutos. Poderia ter entrado no TOP10 se estivesse ao meu nível.

Esta passagem pela Hungria não está a correr nada bem, mas já mostrei no WRE de COC que podem contar comigo para a guerra! Talvez esteja a apresentar alguma fadiga pelo facto de me ter "espremido" completa mente no último fim-de-semana e não estar com a carga de treino necessária para aguentar dois fins-de-semanas seguidos a bombar, devido ao acidente nos campeonatos nacionais!

Vamos ver como me porto na Distância Longa, vão ser 45kms com mais de 1000 metros de desnível, um autêntico desafio Húngaro com partida em massa!

A comitiva portuguesa esteve bem melhor que ontem, apesar de ainda não haver resultados oficiais, posso adiantar que eu e o Paulo Alípio fomos os melhores portugueses, 16º e 17º lugar respectivamente.

23 de abril de 2010

WORLD CUP HUNGRIA: "mp" no Sprint!


"missing punch" - Nem queria acreditar!

Comecei da pior forma a minha participação no World Cup da Hungria. Entrei bem no mapa e os primeiros pontos foram perfeitos, no entanto faço uma muito má opção para o CP4 e logo a seguir o Andreas Rief (um dos melhores atletas da Austria, no CP5 estava a ganhar-lhe 8 minutos!!!) e partir daí comecei a cometer erros de orientação, simplesmente não consegui manter os níveis de concentração. O pior ainda estava para vir, pois no CP12 (após o ponto de espectadores) controlei a baliza ao lado que estava a 10 metros, uma falha inaceitável visto que não confirmei o código! Enfim, são as regras do jogo!

Paciência, temos que aprender com os erros! De qualquer forma continuo motivado, sinto que estou a atravessar um bom momento de forma.

Depois deste começo desastroso vou procurar acabar bem. Amanhã vou sair determinado a redimir-me dos erros de hoje, a distância média é a minha favorita, não vou desanimar.

Na elite masculina a prova foi ganha pelo finlandês Samuli Saarela que foi, curiosamente, o 2º classificado no fim-de-semana passado (WRE do COC), evento em que eu fui o mais forte. Na elite feminina a vencerdora foi a Michaela Gigon.

O mais forte da comitiva portuguesa com o estreante David Machado, está concerteza de parabéns. O Paulo Alipio não foi feliz visto que perdeu mais de 5 minutos no CP8, e o João Ferreira fez "mp" exactamente como eu! A Susana ficou satisfeita com a sua prestação e quase ficou pouco acima da metade da tabela.

Mantenham-se informados em: http://www.mtbo.hu/

19 de abril de 2010

IV ORI-BTT CENTRO: VITÓRIA HISTÓRICA

Classificação Homens Elite (51 atletas):

(Dia 1 - Distância Média / Dia 2 - Distância Longa)
1º Daniel Marques COC-Portugal 
(1:46:03 2º / 1:10:00 1º) - 1233.77+1270.15 = 2503.92 pontos
2º Samuli Saarela Finland
(1:46:15 3º / 1:11:00 2º) - 1232.28+1258.75 = 2491.03 pontos
3º Mika Tervala Finland
(1:45:18 1º / 1:13:51 4º) - 1239.37+1226.24 = 2465.61 pontos
4º Elmeri Juura Finland
(1:50:35 9º / 1:12:53 3º) - 1199.91+1237.27 = 2437.18 pontos
5º Jussi Laurila Finland
(1:47:47 4º / 1:16:38 8º) - 1220.82+1194.50 = 2415.32 pontos



Fim-de-semana memorável, tudo foi perfeito.

No primeiro dia da competição, na distância longa, fiquei supreendido com o meu resultado. Fiz uma etapa muito esforçada onde não cometi erros de orientação, mas fui ao meu limite físico e terminei com algumas caimbrãs. Perdi minutos preciosos nos últimos 3 postos de controlo, onde quebrei fisicamente.

No entanto fiquei muito motivado, tinha de estar confiante para a distância média, sabia que aí conseguia aguentar fisicamente e se mantesse os níveis de concentração elevados o resultado poderia ser outro...

...e não é que consegui!!!

As probabilidades eram reduzidas visto que os adversários eram muito fortes e eu vinha de um periodo de recuperação, não sabia como o corpo e a mente iam reagir. Deste modo, o sabor deste triunfo foi simplesmente divinal.O sonho tornou-se realidade. O momento não poderia ser mais oportuno. Estou a atravessar uma fase muito especial da minha vida e esta vitória resultou de muita força de vontade, queria muito dedicar todas as minhas qualidades à família que me apoia incondicionalmente:

...ao David, o bébé mais fofinho do mundo!
...à Márisa, a mulher que me ama e que me atura!
...à minha Mãe, a Avô mais babada do mundo!
...ao meu Pai, que está a trabalhar em Angola e que é o meu modelo, um autêntico Guerreiro!
...ao Guilherme, o meu grande irmão que afina a minha bike!
...à Cláudia, a minha querida irmã!
...ao Inácio, o Tio mais com quem mais me identifico, o Homem de Ferro!
...à maravilhosa familia COC, a todos os meus amigos, aos patrocinadores, enfim, apetece-me agradecer a toda a gente que me apoia porque sinto que não consegui esta vitória sozinho!

16 de abril de 2010

3 SEMANAS DEPOIS...

Em véspera do IV Ori-BTT do Centro, prova do World Ranking Event, estou ansioso por voltar à competição. Treinei quando e como me foi possível. Mentalidade: duplamente maneta mas com pernas operacionais!

10 dias depois...comecei a treinar indoor

16 dias depois...regressei aos treinos de BTT

Não estou nas condições ideais para enfrentar a Elite Finlandesa e Francesa, mas vou (como sempre) dar o meu melhor!

3 de abril de 2010

29 de março de 2010

RECUPERAÇÃO

Tenho recebido muitas mensagens de apoio e consideração.

Muito obrigado pela atenção, a vossa amizade significa muito para mim.

Queria dizer que a natureza deste acidente deixou-me traumatizado, foram ferimentos graves numa altura muito especial da minha vida.

Mas agora já estou mais animado e a recuperar bem das mazelas.

Penso voltar aos treinos daqui a 2 semanas, o meu objectivo será marcar presença no WRE, evento do COC..

Mais uma vez obrigado a todos.

28 de março de 2010

ACIDENTE

São 1 da manhã, não consigo dormir...

Sinto que tenho a noite toda para escrever com o indicador atrofiado da minha mão esquerda, vou procurar transmitir o que me vai na alma:

Hoje de manhã tive um acidente de BTT, disputava-se o campeonato nacional ori-btt de distância média. Para o cp6 não tive dúvidas na opção, tinha que passar a auto-estrada e num aceiro à esquerda com linhas de alta tensão (simples). Ia muito rápido (40 km/h) quando 5 metros depois de ter entrado no caminho ser bloquedo por um arame de ferro colocado a meia altura.

Como é que eu detectava este maldito arame com 3mm de espessura? (tenho-me questionado)

Com uma pedalada forte, mãos bem firmes na BTT, já a observar o horizonte do caminho que seleccionara, eis que o arame me rasga o braço direito junto ao pulso e o braço esquerdo na zona do bicep. Fiquei com golpes profundos que ainda foram atenoados pelo suporte do porta mapa situado no guiador da BTT.

Se o arame tivesse colocado uns centimetros mais alto, corria o risco de ter danos irreversíveis nos braços com hemorragias brutais e provavelmente a estrutura ossea gravemente danificada. Se tivesse sido ao nível do pescoso era morte certa! (não consigo deixar de pensar nestas possibilidades)

Perdi muito sangue. Não tinha forma de parar as hemorragias. Gritei por auxilio. Atletas iam chegando (obrigado a todos). Carros paráram. Houve alguém que ligou para o 112. O INEM não demorou muito tempo, dado as circuntâncias até foi rápido. Fizeram-me umas ligaduras apertadas para estancar o sangue e seguimos em direcção ao hospital da Feira. (estava desiludido? com medo? estava com dores? não sei - pensava na minha familia, era o que eu pensava.)

O serviço de urgência funcionou bem, fui bem atendido no hospital. Com a devida anestesia fui suturado com 17 pontos (7 no braço direito e 10 no braço esquerdo). O médico era do Benfica. A esposa do Sr. Joaquim Margarido é lá enfermeira e foi muito atenciosa, obrigado Sra. Graça.

A Márisa+bébé, a Mãe, o Pai, o Guilherme e o Inácio chegam ao hospital e digo que está tudo bem. Ainda com os efeitos da anestesia olho para o relógio e vejo que ainda vou a tempo de participar no sprint! O médico disse que eu era maluco mas garantiu que os pontos não iriam abrir. Esperanças loucas para voltar a andar imediatamente de BTT com 17 pontos, golpes profundos com veias danificadas e com perda volumosa de sangue. As pernas estavam boas (pensava). Passado meia hora não conseguia mexer os dois braços com dores, na mão direita o maldito arame esfolou-me um tendão e a mão+pulso esravam a ficar cada vez mais inchados (nem conseguia mexer os dedos).

Vamos para casa disse o meu pai. Já chega, vamos descançar. Vamos ver o Benfica (disse eu). Passámos pelo event center para nos despedirmos da malta amiga. Chorei com dores no caminho para casa. Não aguentei.

Estou temporariamente incapacitado dos dois braços. Não consigo puxar a berguilha.

O Benfica ganhou. A Márisa vai ter o bébé para breve.

Não sei quando vou estar em condições físicas e psicológicas para voltar a andar de BTT (2 semanas, 3 semanas, 1 mês?).

Vou ponderar o meu Futuro na modalidade. Não sei qual é a prioridade do Ori-BTT na minha vida.

Vou recuperar forças junto da minha família e fazer opções (espero não apanhar arames).

A organização do evento teve responsabilidades no sucedido, mas compreendo a situação. O Fernando Silva acompanhou o acidente e disponibizou todos os meios necessátios para atenuar os danos, obrigado pela atenção. Os acidentes acontecem. Espero, sinceramente, que este caso sirva de exemplo para que não haja mais acidentes desta natureza no futuro. Não desejo o que me aconteceu a ninguém , o médico disse que eu tive SORTE.

Acho que estou com algum stress pós traumático... é a vida...

18 de março de 2010

Na Saga das Maratonas BTT

Com a presença na Maratona do Centro no próximo fim-de-semana, vou completar uma série de 3 maratonas de BTT seguidas - Maratona Tomar (65kms) + Maratona Camarnal (80kms) + Maratona Centro (40kms). Estou a procurar evoluir o meu ritmo competitivo para os campeonatos nacionais de Ori-BTT.

Em Tomar (7 Março) fui o primeiro a terminar os 65kms, o percurso foi faboloso e muito divertido, aconselho todos os amantes da BTT a visitarem os single-tracks da zona envolvente a Tomar!

No Camarnal (14 Março) fiquei no 6º lugar, quem venceu foi o Marco Sousa, um amigo com um palmarés recheado de sucessos no BTT puro e duro. A maratona saiu do Camarnal em direcção a OTA, depois subimos Montejunto e regressamos pelas pedreiras de Alenquer. Belos trilhos com descidas técnicas e paisagens vistosas.

TOP 10 dos 80 kms (1580m desnível) da 4º Maratona BTT S.R.Camarnal Team 2010:

1º 239 Marco Sousa 3:16:10
2º 240 João Santos 3:16:11
3º 231 Fábio Vitorino 3:24:50
4º 217 Nuno Valadas 3:24:52
5º 232 Tiago Fragata 3:26:07
6º 236 Daniel Marques 3:30:48
7º 223 Paulo Lopes 3:31:54
8º 214 Hugo Carvalho 3:36:12
9º 246 José Luis 3:38:31
10º 230 Nuno Ferreira 3:38:37



Em Leiria, no dia 21 de Março, lá estou eu para fazer 40 kms e estrear a minha nova bicicleta: TREK Elite 9.9 SSL 2010!

3 de março de 2010

Preparação Física com Maratonas de BTT em Março

Não tenho tido a disponibilidade ideal para treinar, por isso, neste mês vou participar em duas maratonas de 40 km em BTT (Tomar e Leiria). O objectivo é melhorar a minha forma física para os Campeonatos Nacionais.



21 de fevereiro de 2010

NAOM Crato 2010: Despedida Ori-Pedestre; Exclusividade para Ori-BTT


Despeço-me das provas Ori-Pedestre esta época com o NAOM. Não treino corrida e devo confessar que fico fatigado muscularmente (desta vez com algumas mazelas no joelho!) com estas competições. A orientação pedestre interesa-me pela exigência na leitura do mapa (um excelente treino técnico).

Vou agora dedicar-me exclusivamente aos treinos de bicicleta e de Ori-BTT. Espero evoluir significativamente para estar na minha melhor forma de sempre em Julho para encarar o campeonato do mundo em Montalegre com esperanças de chegar às medalhas, o meu objectivo desportivo principal para 2010!

Página Oficial NAOM: http://www.gd4caminhos.com/naom/2010/

8 de fevereiro de 2010

Ori-BTT COA - Prova Regional


No passado fim-de-semana decorrer em Cós, Conselho de Alcobaça, uma prova regional de Ori-BTT organizada pelo COA.

Pessoalmente, encarei esta competição como um treino, este é o mapa de Ori-BTT que tenho mais perto de casa, por isso competi em terrenos familiares! No 1ºdia fui com a mentalidade de moderar o ritmo competitivo, mas o resultado foi negativo, visto que não consegui manter os níveis de concentração necessários para praticar uma boa orientação/navegação. Para o 2ºdia decidi forçar o andamento e venci sem dificuldades o troféu de Alcobaça.

Na imagem em baixo podem ver o trajecto do meu tio e grande atleta Inácio Serralheiro  - o Homem de Ferro! Que obteve um exemplar 3º lugar no escalão de seniores masculinos A. Completou neste mês 52 anos e ainda é um dos melhores atletas de elite a nível nacional.

Foi em Novembro de 2000 que tive o meu primeiro contacto com esta modalidade, e o responsável é o meu tio Inácio que me levou a Vila Nova de São Bento, no Alentejo, para dar as primeiras pedaladas orientadas... Deste modo, quero agradecer ao Inácio ,com a mais digna admiração, o contributo que ele presta à modalidade e às pessoas que o rodeiam, é um exemplo para o mundo desportivo pelo seu espírito jovem, fair-play efectivo, solidariedade activa, trabalho voluntarioso e claro... na poupança de material, em que as câmaras de ar duram anos (30 remendos!!!) e correntes aguentam 5000 km com umas pancadinhas...

O meu louvor, esta semana, vai com todo o mérito para o Grande Inácio Serralheiro.
(não querendo entrar em conflito com o ORIENTOVAR, que é o principal portal da modalidade cujo o magnífico conteúdo é da autoria de Joaquim Margarido)

Opções Inácio Serralheiro.

Inácio no momento da partida

Podio Troféu Ori-BTT COA:
1º Daniel Marques COC/EAFIT/TREK 3:20:19
2º Mário Guterres ADFA 3:43:54
3º Inácio Serralheiro CNALVITO 3:56:05


A puxar na areia durante a competição...


4 de fevereiro de 2010

Apoio BONTRAGER



A Bontrager é uma conceituada marca Americana com uma enorme gama de grande qualidade de acessórios para todo o tipo de bicicletas. Andei com as novas luvas e achei bestial!


À semelhança da Northwave, também estou a ser apoioado pela Bontrager. Agradeço à Bicimax, representante das marcas em questão, a confiança depositada no meu trabalho.

2 de fevereiro de 2010

Novo Apoio NORTHWAVE




O novo Northwave Razer, topo de gama para BTT, promete ser mais leve e mais confortável do que seus antecessores. Trata-se de um sapato orientado para corredores e ciclistas de elite como um design leve e um desempenho optimizado.

30 de janeiro de 2010

Venda BTT KTM Carbono

Estou a vender a minha antiga BTT de competição porque adquiri uma TREK Elite 9.9 SSL 2010.


 - Quadro Carbono KTM
 - Shimano XTR
 - RockShox Reba World Cup Black Box
 - Rodas DTSwiss Tubeless
 - Peso: 9,5 kg


Os interessados devem entrar em contacto comigo por e-mail - danielferreiramarques@gmail.com

17 de janeiro de 2010

VI Ori-BTT Grândola: Dupla Vitória Esclarecedora




Grândola foi palco de mais uma prova do calendário da Taça de Portugal em Ori-BTT. Esta região do litoral norte Alentejano é reconhecida pelo núcleo duro do Ori-BTT como uma das mais exigentes zonas para a prática desta modalidade, dado que a temida Serra de Grândola tem caminhos muito traíçoeiros com desníveis acentuados!

O VI Ori-BTT de Grândola teve a etapa de sábado no mapa de Melides e a etapa de domingo no Canal Caveira. Esta competição teve uma dificuldade acrescida para todos os atletas relacionada com as condições dos terrenos, visto que choveu muito nos últimos dias e os caminhos estavam com muita lama e alguns completamente alagados.

Começei bem o ano de 2010, visto que ganhei os dois dias da competição com uma vantagem considerável para os meus principais adversários.

De referir ainda que o Clube de Orientação do Centro ganhou colectivamente e dominou no escalão de Homens Elite, com os meus colegas de equipa Luís Pires e Paulo Alípio, 2º e 3º classificados respectivemente, a fazerem-me companhia no podio.







11 de janeiro de 2010

II Jornadas Técnicas de Orientação - Escola Superior Desporto Rio Maior





No dia 15/01/2010 (Sexta-Feira) vou marcar presença nas II Jornadas Técnicas de Orientação para falar em primeira pessoa da competição na orientação em BTT.